Loading...

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010


Histórico do Município de Alvorada.

Oriundo do 3º distrito de Viamão, Alvorada nasceu as custas de muitos sacrifícios e lutas, tendo como origem, o antigo Passo do Feijó.
O Passo do Feijó surgiu em 1947 pela lei regulamentar de Viamão, começando assim a surgir núcleoas semi-urbanos com mais ou menos 46 vilas, constituindo-se de conglomerados de características exclusivamente urbanas.
Devido a sua localização distante de Viamão, e por ser muito extenso, o Passo do Feijó ocasionava problemas que impediam seu pleno desenvolvimento.
Com o aumento da população e a afluência de carreteiros na região, surgiram as primeiras casas de comércio. Eram armazéns estabelecidos ao longo da estrada. Constituíam-se de prédios de madeira com chão batido, ali vendia-se o fumo, a cachaça, o arroz e miudezas, transformando-se em ponto de parada obrigatória para os carreteiros. Dentre estas casas, as mais importantes eram: o armazém do Sr. Anibal e os armazéns dos Srs. Lothario e Frederico Dihl.
Começou então o Movimento para sua Emancipação, tendo em vista as dificuldades que estavam se apresentando na então Vila Passo do Feijó. Assim foi criada uma comissão dirigida por algumas personalidades mais ilustres da localidade. Os senhores: Marcolino Baptista da Silva, Elisardo Duarte Netto, Ricardo Faiquer Nunes e Armando Prestes, que lutaram arduamente para a emancipação de Alvorada.
A 17 de Setembro de 1965 através da Lei nº5026, foi assinada a Emancipação do Passo do Feijó, sendo dado o nome de Alvorada, simbolizando a esperança e o presságio de uma nova vida para seus habitantes. O nome foi escolhido por sujestão de um dos membros da comissão Pró-emancipação, levando-se em consideração a denominação do Palácio da Alvorada em Brasília, destaque no Cenário Cultural e Político do País, e ainda por ser o nome Alvorada de acordo com a realidade da população que acorda às primeiras horas da manhã e parte ainda nos albores do dia para o trabalho.
A instalação do Município ocorreu um ano após, no dia 12 de maio de 1966, quando passou a ser administrado com autonomia, pelo interventor federal Capital Antonino Antônio Alves, nomeado para administrar o Município por um período de 02 anos.
Foi em 15 de novembro de 1968, a primeira eleição, que elegeram o primeiro prefeito municipal, e vice-prefeito por uma gestão de 04 anos.
Inicialmente, desenvolveram-se atividades agropecuárias, sendo que foi a partir de 1948 que foram implantados os primeiros loteamentos, em função da necessidade de terrenos baratos ao longo da estrada do Passo do Feijó, atual Av Presidente Getúlio Vargas.
Alvorada, com 70,811 Km2, e área urbana legal de 52 Km2 ,situa-se na região leste da depressão central do Estado do Rio Grande do Sul, encontra-se também em condições privilegiada quanto a sua localização na região metropolitana face as condições de acesso a Porto Alegre. Tem posição intermediária entre o norte de Viamão e e Porto Alegre, com ligação pela RS 118, além de dar fácil acesso aos municípíos ao leste da região metropolitana e do norte do País através da BR 101 e a RS 020. Distante 16Km de Porto Alegre. Ao norte tem como limite Cachoeirinha e GRavataí, ao Sul Viamão e Porto Alegre, a leste Viamão e Gravataí e a oeste Porto Alegre. População (estimativa IBGE ) 211,233 habitantes.
O Brasão de Alvorada

Criado pela lei 208/77 em 26 de janeiro de 1977. O Brasão na sua representatividade se constiutui do seguinte:
  • Três ameias encimando o escudo, significando o poder.
  • No escudo, o nascer do sol, sobre as elevações e planícies.
  • Os telhados e chaminés, na representatividade, às indústrias.
  • No mesmo plano aparece um livro aberto, simbolizando a educação de nossos jovens.
  • Nas laterais do Escudo. rosas e cravos, representando o cultivo das flores.
  • Na base, uma faixa, indicando a data de emancipação, o nome do município e o do Estado.


HINO DE ALVORADA

Autora: Estelamaris Oliveira Cezar

Alvorada, terra amada
Valorosa e altaneira
És gloriosa e valente
Com orgulho és Brasileira.

Este povo que trabalha
Seu suor te faz crescer
Força, garra e coragem
O amor faz renascer.

Refrão: Alvorada, Alvorada
Sempre um novo amanhecer
És orgulho desta gente
Que te exalta e faz crescer.

Alvorada, brilha forte
Como o sol que vai nascer
Oh cidade abençoada!
És lição de bem viver.

Esta gente hospitaleira
Abre os braços com amor
Faz daquele a quem acolhe
Uma jóia de valor.

Alvorada sempre unida
Sem ter medo de avançar
Faz da solidariedade
Sua luz sempre a brilhar.

Este sol que nos aquece
Clareando em nossa história
Horizonte de esperança
Conduzindo para a glória.


Pesquisa realizada em acervo de documentos da prefeitura municipal de Alvorada.
E site http://www.alvorada.rs.gov.br/acessado em 24/02/2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário